fbpx
agosto 1, 2019
0
||||| 0 |||||
29

Biodigestor Alemão

Biodigestor alemão funciona em outros países? Quais os resíduos podem alimentar um biodigestor alemão? Quando usar o modelo de biodigestor alemão? Qual a sua viabilidade? Entenda mais sobre esse biodigestor automatizado nesse artigo.

Muito se fala a respeito de biodigestores e seus mais diversos modelos. Dúvidas a respeito da tecnologia, modelo e funcionamento são pertinentes, porém, o maior questionamento é quanto às tecnologias estrangeiras e a sua funcionalidade em regiões distintas.

Biodigestor alemão, uma tecnologia auspiciosa para o mercado!

Os biodigestores alemães são um exemplo de tecnologia estrangeira adotada no Brasil. Entretanto, ainda existe hesitação quanto a sua eficiência. É indispensável que todas as incertezas sejam anuladas, pois os biodigestores alemães são fortes promessas para o mercado mundial e o conhecimento a respeito do mesmo é vantajoso para quem pretende empreender na área.

Por este motivo, estamos aqui para esclarecer algumas dúvidas sobre biodigestor alemão e ajudá-lo a empreender no ramo de forma segura para que você se destaque no mercado. Além de possibilitar vantagens lucrativas, o biodigestor alemão é também uma forma categórica para o meio ambiente.

São 59 páginas bastante ilustradas e com links para alguns vídeos exclusivos. O conteúdo do eBook abrange A biodigestão anaeróbia, Fatores que influem na produção de biogás, As fases da biodigestão anaeróbia com informações detalhadas sobre a Hidrólise, Acidogênese, Acetogênese, Metanogênese e Sulfatogênese

Entenda mais da importância em: Incentivos legais para a construção de biodigestores no Brasil

Biodigestor alemão funciona em outros países ?

A função principal de um biodigestor não difere entre os seus modelos. O biodigestor nada mais é do que um local fechado onde acontece a decomposição de matéria orgânica sem a presença de oxigênio. Com esse ambiente ideal, as bactérias se multiplicam e realizam a decomposição do substrato presente em seu interior.

A tecnologia alemã proporciona meios para que a decomposição ocorra de maneira eficiente e controlada. Uma das formas é a utilização de inóculos adequados, controlando e mantendo as temperaturas e o pH equilibrados. Essas são algumas das estratégias utilizadas para que ocorra um bom funcionamento do sistema.

Como dimensionar biodigestores? O segredo está aqui. Com esta tabela de rendimento dos substratos mais comuns para biodigestores, seu trabalho fica muito mais fácil

Os biodigestores anaeróbios são tecnologias crescentes no mercado e podem trazer alto retorno econômico

A decomposição e a digestão são processos únicos que ocorrem na matéria orgânica. Esse material independe do país, estado ou cidade, sempre será composto por gorduras, proteínas, amidos, açúcar, entre outros. Então, o processo de biodigestão pode ser automatizado no mundo inteiro. Por isso, o biodigestor alemão funciona de forma eficiente na Alemanha, no Brasil, no Chile…

O Biodigestor Indiano, por exemplo, tem sua origem na Índia, mas é muito utilizado aqui no Brasil e com retornos vantajosos. Portanto, a tecnologia de biodigestor dá para ser usada em qualquer lugar do mundo porque o processo de biodigestão é o mesmo.

Entenda sobre esse processo em: Biodigestão Anaeróbia

Quais resíduos podem alimentar um biodigestor alemão?

Todo resíduo orgânico pode ser depositado no biodigestor, dejetos de suínos, bovinos, caprinos, resíduos de CEASA, restos de comidas, resíduos provenientes de atividades domésticas (cozinha), cana de açúcar, milho, entre outros. Uma análise importante que deve ser verificada é como esses resíduos chegará ao biodigestor.

É indicado, em alguns casos, que o substrato seja encaminhado primeiramente para um processo de diminuição de sua granulometria. Assim o funcionamento do mesmo terá maior eficiência. Quanto menor a matéria orgânica, menor será o tempo necessário para a bactéria decompor esse composto.

Quando se trata de biodigestores alimentados com dejetos é importante que esses não tenham presença de areia ou outros resíduos agregados, apenas a matéria orgânica que será decomposta. O acúmulo de areia, por exemplo, pode vir a obstruir as tubulações do biodigestor interrompendo o fluxo de abastecimento e de descarga. Por esse motivo, o cuidado com a forma como os resíduos ou dejetos serão depositados, influenciará diretamente no funcionamento do biodigestor.

Quando usar o modelo de biodigestor alemão ?

Quando se tem uma grande quantidade de resíduos e a pretensão é comercializar os subprodutos do biodigestor em uma larga escala, a tecnologia alemã é a mais indicada. Esse modelo apresenta um sistema totalmente automatizado e controlado para que se tenha qualidade e frequência dos subprodutos.

Porém, antes de investir em um projeto de biodigestor é aconselhável contratar uma consultoria especializada. Somente um profissional da área consegue verificar todas as possibilidades quanto a tecnologia, os substratos, a viabilidade técnica e econômica, para que o empreendimento não tenha riscos.

Qual a viabilidade dos Biodigestores Alemães ?

A elaboração de um Plano de Negócios ajuda a diminuir os riscos do empreendimento. Comumente, o biodigestor alemão é indicado para comercialização em grandes demandas. Todos os subprodutos provenientes da decomposição da matéria orgânica em biodigestores podem ser comercializados. É importante saber na região onde o biodigestor será implantado, o valor econômico desses produtos.

Quando se trata de uma região onde os subprodutos ainda não possuem mercado, é uma ótima oportunidade para se empreender e construir seu monopólio.

Alguns dos subprodutos do biodigestor alemão que podem ser comercializados :
-Biogás
-Energia elétrica
-Energia térmica
-Biofertilizante
-Biometano

Entenda mais sobre esse modelo de biodigestor automatizado no vídeo abaixo:

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email

Add Comment