fbpx

Se você está precisando entender esse mercado e como você pode aproveitá-lo da melhor forma, então a oportunidade chegou para você!

janeiro 17, 2020
0
||||| 0 |||||
50

BIODIGESTOR CSTR DE OYTEN POR DENTRO

Como o biodigestor de Oyten consegue ser um projeto simples e eficiente? Quais as características do biodigestor de Oyten? Como desenvolver projetos sustentáveis no agronegócio? Conheça os fascínios do biodigestor rural automatizado.

O Biodigestor Rural de Oyten na Alemanha é um exemplo de como o aproveitamento estratégico dos resíduos pode conciliar o sustentável com o lucrativo, garantindo um projeto de sucesso.

A fórmula para isso foi dada por um especialista em negócios sustentáveis que mostrou que ao juntar os problemas individuais seria possível criar um grande negócio. Convidamos vocês para conhecer por meio de nosso artigo e nossa visita técnica virtual, como funciona um biodigestor rural automatizado por dentro.

Nosso destino agora será a cidade de Oyten na Alemanha, aperte seu cinto e viaje conosco…

Como o biodigestor de Oyten consegue ser um projeto simples e eficiente?

Isso mesmo que você acabou de ler, é possível ter um biodigestor de construção simples e rápida e que consegue ser tecnologicamente surpreendente. O biodigestor de Oyten é a prova de que isso é possível.

O projeto desse biodigestor foi pensado por três pequenos fazendeiros da região, que precisavam alimentar seus animais e manter suas fazendas sem muito custo.

O projeto deu tão certo que eles além de resolverem os problemas energéticos e de destinação do esterco bovino, conseguiram comercializar o excedente dos produtos produzidos. Foi possível fazer a venda de calor e energia para propriedades vizinhas,além do adubo orgânico, obtendo lucros.

Você não precisa ser grande para ser o maior, você precisa ser o mais eficiente!

Quais as características do biodigestor de Oyten?

O biodigestor de Oyten é um tipo de biodigestor CSTR rural, pois foi construído para sob tecnologia avançada e para tratar resíduos proveniente do agronegócio.

Com potência elétrica de 500 KW, ele possui em sua estrutura, dois fermentadores, que são alimentados diariamente por 30 toneladas de silagem de milho e dejetos bovinos. Possui também dois tanques de pós tratamento que tem como função armazenar o biofertilizante.

Todo processo é acompanhado pelo computador devido a sua automatização. Esse modelo de biodigestor é formado por diversos sensores para controle dos parâmetros fundamentais da biodigestão e otimização de trabalho. Todo esse processo consegue ser controlado por um único funcionário, que trabalha apenas a cada 2 ou 3 dias, somente para alimentar os tanques de fermentação. O próprio sistema de forma automatizada indica o exato momento e quantidade de substrato que deve ser inserido ou retirado.

Como desenvolver projetos sustentáveis no agronegócio?

O Brasil possui um forte agronegócio, mas que infelizmente encontra-se em déficit em alguns quesitos. O agronegócio brasileiro tem um potencial gigantesco no aproveitamento estratégico dos seus resíduos.

Todo produtor rural, de pequeno ou grande porte, pode produzir sua própria energia e seu próprio fertilizante.

Seja fazenda de criação animal ou fazenda de cultivo, ambas produzem matérias orgânicas, como: Grão, esterco, silagem, cascas… E por falta de conhecimento, oportunidade, ou de mão de obra qualificada, perdem o potencial energético dessas matérias.

A falta de infraestrutura e logística impedem um agronegócio eficiente e mais competitivo.

Caso essa matéria fosse aproveitada como se deve, aconteceria o fechamento do ciclo desses materiais. Ao serem destinados ao biodigestor anaeróbio automatizado, produzem biogás, biofertilizantes, energia térmica e elétrica e até créditos de carbono.Que seriam convertidos em lucro, energia realmente limpa e solo nutrido.

Com isso, o maior valor gasto na agricultura, que é justamente a compra de energia e fertilizantes, estaria sendo reduzida completamente.

Ao invés de comprar e pagar, você passa a vender e lucrar.

A terra tornaria-se mais fecunda e nutritiva, consequentemente, aumentaria a produção. Os gastos com energia seriam nulos e a produção constante. Deste modo, todo produto que viesse a ser excedente a necessidade local, poderia ser feito a sua comercialização, para propriedades vizinhas.

Saiba mais sobre o assunto assistindo o vídeo completo no link abaixo:

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email

Add Comment