fbpx
dezembro 10, 2017
1
||||| 1 |||||
712

O biodigestor experimental da universidade de Hohenheim

Biodigestor de pesquisa da Universidade de Hohenheim na AlemanhaComo a Alemanha se tornou líder em tecnologias no setor de biogás? Quais os segredos do país para dominar um setor que promete ser a base de mudança na forma de consumo de energia da humanidade? O que os outros países podem aprender com a Alemanha? Neste artigo você vai aprender como o biodigestor experimental da universidade de Hohenheim contribui para esse avanço. 

Neste artigo você vai aprender como se planeja um projeto de biodigestor na Alemanha. Quais são os principais pontos a serem observados e como reconhecer os potenciais da região. As estratégias praticadas na Alemanha, o país onde há mais biodigestores comerciais implementados no mundo, serviram de base para o desenvolvimento do curso PLANO DE NEGÓCIO PARA BIODIGESTORES AUTOMATIZADOS oferecido pelo Portal do Biogás.

O investimento em conhecimento. A paixão por soluções inovadoras. A vontade de vencer desafios. Os principais ingredientes que constroem um líder de mercado.

CuriosidadeGleysson B. Machado, foi o autor do Portal do Biogás e Portal Resíduos Sólidos. O mesmo estudou por 3 semestres na Universidade de Hohenheim para fazer o mestrado em Bioenergia e Recursos Naturais Renováveis. Precisou fechar a matrícula para trabalhar em projetos de biodigestores e resíduos sólidos no Brasil e Angola.

Seja um consultor qualificado em  PLANO DE NEGÓCIO PARA BIODIGESTORES AUTOMATIZADOS e aproveite este mercado com baixíssima concorrência

Um pouco da história

Já na década de 50 Universidade Agrícola de Hohenheim começou a trabalhar realizando projetos de pesquisa em processos de biogás. Como resultado o Professor Walter Fischer-Schlemm desenvolveu uma pequena usina de biogás para fazendas com cerca de 10 unidades bovinas. O projeto acabou ficando conhecido como “Sistema Hohenheim”.

biodigestor como fazer biodigestor como funciona biodigestor rural biodigestores funcionamento biodigestor biogas biodigestores rurais como construir um biodigestor com tambor de plástico biodigestor acqualimp

você sabe que pode, mas ainda não sabe como. Eu vou te contar Como montar um projeto de biodigestor anaeróbio agora

Após a experiência bem sucedida, A universidade dá o próximo passo e constroi um biodigestor experimental. A planta prática de biogás operou desde 1960 com grande sucesso por Dieter Reusch em Bernloch.

Em 1979/80 o Dr. Walter Rüprich do Instituto de Engenharia Agrícola foi o responsável pela construção do primeiro laboratório de biogás em Hohenheim. Os 22 fermentadores com 22 Agitadores contavam com aquecimento e tinham o fluxo contínuo como princípio. Era uma miniatura da planta de biogás de Reusch.

O estímulo ao crescimento do projeto

Após o aumento nos preços de óleo de aquecimento que durou até 1981, a construção de plantas de biogás agrícolas foi subvencionada pelo ministro Weiser.A Universidade se tornou parceira nos projetos comercial, sendo responsável pela concepção, manutenção e operação de algumas dessas usinas.

Em 2004 foi construído um laboratório voltado para pesquisas com biogás com os padrões mais modernos da época. As plantas foram equipadas com um computador para o controle total da alimentação para substratos líquidos, Detecção automática de quantidade de gás e análise de qualidade de gás.

Com a implementação da tecnologia, se tornou possível realizar testes para a fermentação de estado sólido. Um marco é o desenvolvimento de uma metodologia própria de medição de 2000 a 2003, chamado Teste de produção de biogás de Hohenheim.

Com o início das operações do biodigestor experimental em escala prática na comunidade  Unterer Lindenhof, a Universidade espera ser cada vez mais um destaque na Pesquisa de bioenergia e lidera avanços significativos na tecnologia de biogás.

O objetivo do projeto

Apesar de produzir energia térmica e elétrica, biofertilizantes e tratar diferentes tipos de resíduos agrícolas, o objetivo principal da usina de biogás é a pesquisa. A cada semestre são experimentados diferentes combinações de substratos para se analisar como aumentar a produção de biogás com maior concentração de metano.

Dessa forma já foram desenvolvidos inúmeros estudos nas décadas em que a Universidade pesquisa sobre o tema.

A Universidade de Hohenheim se consolida como líder em biotecnologia para biodigestores na Alemanha. Sendo a Alemanha o país que lidera esses projetos, com certeza a liderança da Universidade pode ser entendida a nível global.

O biodigestor experimental da universidade de Hohenheim

O Biodigestor Experimental de “Unterer Lindenhof” foi concebido para realizar diversos experimentos no setor do agronegócio. O projeto realiza o tratamento de urina e dejetos de cerca de 300 animais entre bovinos e suínos.

O investimento contante do Governo Alemão em pesquisas em biotecnologia garantem uma posição de soberania no mercado global. (Foto: Gleysson B. Machado)

O projeto conta também com um matadouro próprio para qualificação de futuros açougueiros. Essa cozinha tem uma demanda constante por energia térmica. O projeto tem tubulação própria para a distribuição de calor nas diferentes unidades. O uso da energia térmica aumenta o grau de eficiência do uso de energia.

Os dois fermentadores e o tanque de armazenagem de biofertilizantes possuem uma altura de 6 m e têm um diâmetro de 14 m. Todos foram construídos com concreto. Os dois fermentadores tem teto de concreto, enquanto que o tanque de armazenagem de biofertilizante conta com um gasômetro para armazenagem do biogás gerado.

O substrato utilizado

Além de dejetos animais, também são utilizados recursos naturais renováveis. Culturas como o milho e o capim que são plantadas nas proximidades da planta do biodigestor. Alunos do curso de agricultura fazem o planejamento adequado de como produzir uma quantidade de substrato de tal forma, que quando combinado com os dejetos animais seja capaz de manter a potência nominal do motor gerador da planta.

A automação do biodigestor

Todo o processo é controlado por um sistema de automação desenvolvido com ajuda de alunos da universidade. Todos os passos do processamento são automatizados. A coleta dos dejetos líquidos acontece diretamente das granjas para o tanque de alimentação, sem a necessidade de intervenção humana. O substrato sólido é armazenado em silos construídos sobre o solo, típicos para plantas de biogás.

Os alunos conseguem interpretar os dados da automação e entender exatamente quais são os pontos em que se pode melhorar em um biodigestor. Só para efeito de comparação, enquanto que em um biodigestor comercial convencional existem cerca de 20 sensores, o biodigestor da universidade está equipado com mais de 200 sensores. Toda a ciência desenvolvida na universidade acaba se convertendo em tecnologias para melhorar a eficiência dos projetos construídos por empresas alemãs. 

Veja mais sobre este biodigestor no vídeo abaixo:

Quero ser um consultor especialista

Você gostaria de usar seus conhecimentos para mudar o mundo. Você sabe que o conhecimento e tecnologias de ponta lhe levam a ser o profissional reconhecido que você deseja ser. Você quer trabalhar ativamente na construção de sistemas que ajudam a construir um ambiente mais limpo.

Você vai aceitar o desafio de ser um profissional diferenciado no mercado agora? Ou vai deixar para depois?

Muitas pessoas lhe confirmarão o quanto o seu trabalho é importante para toda a sociedade. Então você pensa: O problema é que os cursos são realizados em países muito distantes e inacessíveis a mim!

Com recursos modernos de comunicação, o Portal do Biogás rompe essas barreiras. A tecnologia alemã agora está disponível via internet pra você.

Palestra sobre Biotecnologia na Universidade Federal Rural da Amazônia durante o I CAMAER

Você saberá fazer um estudo de substratos para fazer o dimensionamento de um projeto com biodigestor. Aprenderá como fazer um estudo de mercado, para identificar os interesses de todos os envolvidos no projeto. A análise de todos os fatos lhe permitirá montar o modelo ideal de negócios e a maior lucratividade. Com isso, você estará preparado para convidar investidores para o seu projeto ou apresentá-los à instituições financeiras.

Comece agora mesmo sua qualificação em ELABORAÇÃO DE PLANOS DE NEGÓCIOS PARA BIODIGESTORES.

Gleysson B. Machado, autor do curso, é especialista em construir cenários de negócios sustentáveis. Biodigestores são indicados onde houver demanda por energia, fertilizantes e tratamento de resíduos. Projetos integrados de pecuária, agricultura e tratamento de resíduos também fazem parte de suas especialidades.

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email

1 Comments

Comments are closed.