fbpx

QUAL O MELHOR SUBSTRATO PARA UM BIODIGESTOR AUTOMATIZADO?

Quais resíduos podem alimentar um biodigestor automatizado? Quanto de biogás um substrato pode gerar? Como identificar o melhor substrato para um biodigestor automatizado? O tipo de substrato faz toda a diferença, entenda os motivos.

Muito se fala em substrato, mas o que é substrato de fato? Substrato é matéria orgânica,são restos alimentares, silagens, estercos biomassas… Um biodigestor utiliza da decomposição anaeróbia para transformá lo em biogás. O potencial da utilização de substratos para serem tratados em biodigestores promove lucros, e o uso dessa potencial de biomassas pode ser utilizado em diferentes setores. Mas como identificá-lo? Como identificar o melhor substrato para um biodigestor automatizado?

Biodigestor é um conjunto de escolhas assertivas

Acontece que se você visar apenas o lucro, provavelmente, fará escolhas erradas. Possivelmente escolherá um modelo de biodigestor e os substrato inadequados. Biodigestores precisam ser avaliados econômico e ambientalmente. Alguns fatores são decisivos para que eles tornem-se viáveis, e a identificação do substrato é uma delas! 

Esse assunto desrespeito a todos da área de biogás, não apenas ao empreendedor, aos donos de projeto, mas também aos consultores, pessoas especializadas, interessadas a aprender sobre o assunto, investidores… Pessoas que querem evitar erros e prejuizos.

Quais resíduos podem alimentar um biodigestor automatizado?

Todo resíduo orgânico pode ser depositado no biodigestor, dejetos de suínos, bovinos, caprinos, resíduos de CEASA, restos de comidas, resíduos provenientes de atividades domésticas (cozinha), cana de açúcar, milho, entre outros. A ressalva a ser feita refere-se às condições em que esses resíduos chegarão ao biodigestor.

São 59 páginas bastante ilustradas e com links para alguns vídeos exclusivos. O conteúdo do eBook abrange A biodigestão anaeróbia, Fatores que influem na produção de biogás, As fases da biodigestão anaeróbia com informações detalhadas sobre a Hidrólise, Acidogênese, Acetogênese, Metanogênese e Sulfatogênese

A depender do tipo de material, é indicado que ante de ser encaminhado para os tanques do biodigestor, ele passe por um pré processo, onde seja padronizada a granulometria do mesmo. Quando a biomassa possui a mesma granulometria, a sua decomposição é simplificada. 

Aprenda as estratégias necessárias para ser um líder no ramo de biogás.

Quando se trata de biodigestores alimentados com dejetos é importante que esses não tenham presença de areia ou outros resíduos agregados, já que apenas a matéria orgânica que será decomposta. O acúmulo de areia, por exemplo, pode vir a obstruir as tubulações do biodigestor interrompendo o fluxo de abastecimento e de descarga. Por esse motivo, o cuidado com a forma como os resíduos ou dejetos serão depositados, influenciará diretamente no funcionamento do biodigestor.

Quanto de biogás um substrato pode gerar?

Tudo que envolve biodigestores precisa ser calculado de acordo com o que se pretende obter com o seu funcionamento. Existem biomassas que são energeticamente mais ricas que outras. É possível que até os mesmos substratos, decomposto pelo mesmo modelo de biodigestor, produza quantidades distintas de biogás. Isso acontece pois o estado físico de biomassa ( presença de água, granulometria, adição de outros materiais) refletem diretamente na decomposição, consequentemente, na produção do biogás.

Como dimensionar biodigestores? O segredo está aqui. Com esta tabela de rendimento dos substratos mais comuns para biodigestores, seu trabalho fica muito mais fácil

Existe a possibilidade de mistura de substratos, e energeticamente, algumas misturas são extremamente ricas. Por tratar-se de materiais ricos, a junção deles faz com que a produção de biogás seja intensificada, acelerada e simplificada.

A produção de biogás é diretamente proporcional ao estado físico em que se encontra a biomassa.

Portanto, a quantidade de biogás gerada por um substrato depende diretamente das condições físicas na qual ele se encontra e da maneira em que ele foi deposto no biodigestor.

Como identificar o melhor substrato para um biodigestor automatizado? 

Quanto mais matéria  seca orgânica houver dentro do meu biodigestor mais biogás eu posso gerar. Identificar se a matéria orgânica já passou por algum outro processo de biodigestão (processo biodigestivo dos animais) também é fator essencial, pois esse materiais possuem menor quantidade de biogás. 

Por este motivo a análise laboratorial dos materiais se faz tão importante. Pois só com ela você saberá exatamente quanto de biogás o material vai gerar.

Vídeo completo em :

Artigo elaborado pela Colunista do Portal do Biogás, Kyanne Kedna.

Está Gostando ? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja Outras Postagens!

QUANDO UTILIZAR UM BIODIGESTOR CSTR

Para quais empreendimentos torna-se viável a aplicação do biodigestor modelo CSTR? Quais substratos podem ser utilizado como biomassa para biodigestor  CSTR? É viável sempre utilizar

Copyright © 2020 Portal Do Biogás. Todos os direitos reservados